quarta-feira, 27 de junho de 2012

TEM QUE SER


Ao fim do 9º ano, a minha filha Matilde disse-me que queria ir para Medicina. Avisei-a que era um objectivo ambicioso e que teria de trabalhar muito e bem para lá chegar. Ela respondeu-me: "O que eu quero, eu faço."

Deixou-me sem resposta e babado de orgulho. Logo de seguida, quando olhei para ela, devolvendo-lhe esse orgulho nos meus olhos, encolheu os ombros e disse: "TEM DE SER!"

E eu que estou farto de ouvir dizer a tanta gente" Tem de ser..." fiquei a pensar na diferença. E cheguei à conclusão que a diferença estava na exclamação para um lado e nos 3 pontinhos para outro.


(Miró)

Este país está tão cheio de três pontinhos... Tão cheio de "Assim assim...", "Cá se vai andando devagarinho...", "É preciso aguentar...", "Tem de ser.."

Precisamos tanto de gente que diga "TEM DE SER!" e que o diga na cara de quem nos tira qualidade de vida e dignidade e nos enche de mal viver porque obedece cegamente aos grandes senhores do capital.

É preciso um grande vento de mudança neste país, nesta Europa, neste Mundo. TEM DE SER!


(Picasso)

3 comentários:

Maria disse...

Também acho que TEM DE SER!!!!!!!

Beijo.

Sílvia Alves disse...

Ter filhas de quinze anos não nos permite perder a esperança.
Cabe-nos incentivar as suas utopias, as suas crenças neste país, no Mundo, no Futuro que hão-de reinventar melhor.

relogio.de.corda disse...

E o que "tem de ser" será!
Parabéns e um beijinho para a Matilde.