segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

O BAÚ DAS LETRAS




Só quem entra numa Biblioteca se apercebe da revolução silenciosa que anda por aí no que diz respeito à leitrura e a tudo o que a leitura puxqa atrás de si: partilha de afectos, construção de imaginários, aprendizagem da cidadania e tantas, tantas outras coisas mais

Entre-se e pasme-se nas Bibliotecas de Matosinhos, de Espinho, de Seia, de Condeixa, de Alcobaça, de Oeiras, do Seixal, de Sines, de Beja, de Almodôvar, de Aljustrel, de Tavira, de Loulé, de Portimão, de Lagoa, e em muitas mais.

Estão cheias de gente de várias idades a ler o jornal, a requisitar livros, a estudar, a usar os computadores a participar em Comunidades e Clubes de Leitores...

A Biblioteca Municipal de Tavira é uma das mais modernas, bonitas, agradáveis e acolhedoras que conheço. Graças à sua directora, a minha amiga drª Paula Ferreira, tem tido uma programação de grande qualidade em relação aos diversos públicos que a buscam, desde os mais jovens aos mais velhos, incluindo os estrangeiros residentes que são frequentadores insistentes e diários.

Um novo projecto deu origem a um blog: O BAÚ DAS LETRAS. Uma delícia. É obrigatório visitá-lo.

4 comentários:

Leonor disse...

Olá, José Fanha!
Visitei o blogue. Tem razão. Vale a pena!
Aproveito para lhe dar os parabéns por mais um aniversário e para lhe enviar um grande beijinho.
Leonor

rola disse...

Boa tarde Sr. José Fanha:

Sou a Joana Soutinho, aluna do 4º ano da EB1 de Vildemoinhos (Viseu).
Quero dar-lhe os Parabéns atrasados.
Sei que em breve virá à minha escola. Tenho vontade de o conhecer e de o ouvir declamar.
Gosto muito do seu livro "O dia em que a barriga rebentou".
Joana

Maria Jose disse...

Olá. Tem toda a razão a Biblioteca de Tavira é uma delicia e a sua drª e colaboradores o mesmo.
Hoje tive o prazer de estar consigo pessoalmente e adorei o seu trabalho.
Bem haja Sr. José Fanha até breve.
Maria (Tavira)

Fátima Andrade disse...

Olá José Fanha
Gostei muito do bocadinho da tarde que passou connosco na Biblioteca Álvaro de Campos em Tavira (Baú das Letras), foi realmente um prazer conhecê-lo pessoalmente e é sempre muito agradável ouvir histórias, contadas ou lidas, por essa voz inconfundível.Até Junho de novo. Um beijinho da Fátima