terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

PORQUE TE ZANGAS?



“Porque te zangas? – disse Kerbalai agarrando a barriga com ambas as mãos.

- Tu és Pope (sacerdote ortodoxo), eu sou muçulmano, tu dizes: tenho fome. Eu dou-te de comer… Só o rico é que distingue qual Deus é meu e qual Deus é teu, mas para o pobre é igual.”

Antón Tchekhov, “O Duelo”

2 comentários:

António Branco disse...

para o rico também seria igual, não ganhasse ele com a diferença...

Jaime A. disse...

Deus sempre acima da riqueza/pobreza, os homens que fechem os olhos às diferenças: para Ele, a bolsa não é a vida nem a diferença...