terça-feira, 1 de setembro de 2009

E HÁ MUITOS PROFESSORES QUE GOSTAM DE ENSINAR

"Foram muitos mais que aquela centena de milhar (de professores) os que foram afectados pela intolerável e inadmissível política de humilhação. De uma humilhação que não foi apenas de comportamento, de atitude pessoal da ministra ou dos secretários de Estado relativamente aos professorescom frases como o "professorzeco" e coisas dessas. Foi a incrível dita "burocracia" que foram obrigados aa seguir, que implica o esmagamento da profissão e a falta de respeito pela pessoa do professor. Não é apenas uma atitude. É o número de papeis , de coisas, a impossibilidade de ensinar... E há muitos professores que gostam de ensinar."

JOSÉ GIL, revista "LER", Setembro 2009

2 comentários:

Isabel Preto disse...

Obrigada, por este post! Como professora empenhada, fez-me bem ler as suas palavras.
Bem haja.

Salseira disse...

Sou filha de uma daquelas professoras que gosta de ensinar e sei o que foi a reacçao desgostosa a esta politica de humilhaçao e o envenenamento que esta provocou mesmo no ambiente da sala dos professores...

É sempre bom saber que alguem esta atento, alguem se importa, alguem escreve, alguem quer dar a conhecer...
Obrigada*