segunda-feira, 8 de novembro de 2010

O COMPADRE CUNHA



O meu amigo António Cunha é um alentejano convicto. Traz sempre no bolso um canivete pequeno para cortar queijo e pão como compete a um verdadeiro alentejano.

Fotógrafo notável, percorre o mundo com as suas máquinas a captar imagens que depois aparecem em revistas como a GRANDE REPORTAGEm, a NATIONAL GEOGRAPHIC MAGAZINE ou ainda em jornais, livros, que sei eu.

Já correu mais de meio mundo, Marrocos, Paris, Irão, Afeganistão, Vietname, Índia, Amazónia, lugares que nem sabemos que existem. Mas volta sempre a Beja, porque sem Alentejo é que um homem destes não pode viver.

Estava eu de férias no Alvito e ele apareceu por lá, montou um pequeno estúdio para fazer de mim e das minhas filhas Sara e Matilde um trio de modelos encalorados numa tarde de 40º.

Grande abraço compadre de coração grande e obrigadinho pelos bonecos.

2 comentários:

Júlio Pêgo disse...

Fotos magníficas. De realce o penteado do Zé, verdadeiro "chapéu" protector das duas filhas e de tantos seus amigos, para além do Compadre Cunha...

Leonor disse...

Que lindo trio!

Um abraço
Leonor