quarta-feira, 5 de novembro de 2008

OS SAPATOS DO PAI NATAL




"OS SAPATOS DO PAI NATAL"


Ninguém sabe os contratempos que um Pai Natal sofre para levar a tempo e horas todas as prendas que as crianças irão receber, mal abrirem um olhito na manhã de cada dia 25 de Dezembro!

As vésperas de Natal são uma canseira, uma lufa-lufa, um desassossego.

Eu, que fui Pai Natal durante vários anos, posso garantir-vos que, quando chega Dezembro, todos os Pais Natais andam de um lado para o outro com o coração nas mãos.

É a rena Rudolfo que se constipa a sério e ficamos aflitos para arranjar outra que vá puxar o trenó! É o patim do trenó que começa a mancar e já não nos lembramos onde é que pusemos o outro patim sobressalente. São as prendas que não chegam a tempo e lá temos nós que inventar outros presentes à pressa, e é por isso mesmo que, às vezes, um menino pede uma bicicleta e recebe umas pantufas, pede uma roupa de astronauta e recebe uns patins para andar no gelo ou, pior ainda, pede um carro de bombeiros e recebe uma boneca espanhola!

Os percalços são imensos. Mas o encanto de ver os meninos aos saltos de alegria quando abrem as suas prendas ultrapassa tudo!

Se calhar querem saber como é que eu me tornei Pai Natal… Eu conto."

É assim que começa esta história acabadinha de sair e que é meio verdadeira e meio inventada, como quase todas as histórias. E ainda bem que é assim porque todas as histórias, mesmo as mais fantásticas e mirabolantes, servem-nos sempre para compreendermos melhor a vida que vivemos e para a v ivermos com mais paz e alegria.

Quem quiser saber como é que eu me tornei Pai Natal e acabei por ter um grande problema devido aos sapatos, terá de ler a história até ao fim com a ajuda dos divertidos desenhos da Sandra Serra que muito ajudam a visualisar as várias trapalhadas que vivi enquanto fui Pai Natal.

4 comentários:

Caçadora de Emoções disse...

José Fanha,
Boa ideia em forma de presente para o Natal que está quase a chegar...
Imaginação e criatividade sem limites, para despertar nas crianças o gosto da leitura, e fazer sorrir os mais crescidos!

Beijo grande e um sorriso também para si :)

Maria disse...

O teu jeito de contar estórias continua igual. Que bom!
Vou à procura do livro (e de outros teus que ainda me faltam...)

Beijos, Pai Natal

mariam disse...

José Fanha,
parabéns! e sucesso!
a capa é uma ternura, o conteúdo não o será menos... que rica prendinha alguns amiguinhos meus vão ter! e se bem calha alguns adultos também! (é que por vezes tenho a "mania" de dar livros para crianças a alguns crescidos!)

bom resto de semana,
um grande abraço e um :)

mariam

Angel disse...

Olá:

Amanhã, dia 11/02 o meu filho de 4 anos estará numa sessão consigo em Vieirinhos (Pombal).

Adquiri o livro ke imagino ser fantástico e o Guilherme decerto vai adorar.

Parabéns pelas excelentes obras

Obrigada
Gabriela e Guilherme