sábado, 28 de fevereiro de 2009

MARX BROTHERS



Diz o meu amigo Carlos Mendes que só há duas maneiras de funcionar dentro deste Estado no estado de falta de vergonha a que chegou (não é preciso dizer porquê, posi não?)

A primeira é tornarmo-nos muito mais burocratas que os burocratas e levar até às últimas consequências todas as avaliações, evidências, relatórios, registos, relógios de ponto, decretos-lei, normas, normativos, regras, artigos, etc, etc, até á total paralisação deste monstro em que nos mergulham.

A segundo é a o uso sistemático do absurdo e da desobideciência civil que são belíssimas formas de poesia activa.

Neste campo a inspiração terá sempre de passar pelos Irmãos Marx. Quem é que dizia que era marxista, linha Grouxo? Leio as notícias e apetece-me subscrever.

2 comentários:

Maria de Fátima disse...

Viva!
Gostava de recolher opiniões sobre este texto
agradeço e desejo um bom domingo

Maria disse...

E não é que estou de acordo com o Carlos Mendes?

Um abraço